Cat Power: boa mulher no Coliseu

Cat Power

Esperei dois meses por este concerto. Comprei bilhete para um lugar central na primeira plateia, apesar de não ter ficado muito satisfeito com o concerto de Cat Power na Aula Magna, há um ano e meio atrás. Na altura, pareceu-me uma coisa muito pouco profissional e cheia de momentos parados. A Chan Marshall propriamente dita tinha sido o único elemento que tinha evitado o descalabro total daquele concerto. E é ela também que faz com que este texto possa parecer demasiado adjectivado.

Continuar a ler “Cat Power: boa mulher no Coliseu”