Skip to content

MySpace Music faz sono

Depois da conversa toda em torno do lançamento do MySpace Music, não deixa de ser engraçado que um dos primeiros assuntos a surgir após o nascimento do serviço seja o processo de contratação do CEO. Percebe-se: é uma das maiores redes sociais da Web e faz parte da News Corp., um dos maiores grupos de media do mundo. Mas o que diz isso do serviço?

Nunca percebi o hype. Pelo que tenho lido por aí, o MySpace Music nada tem de inovador. A seu favor, tem uma comunidade gigante de artistas e o facto de vender MP3 sem DRM via Amazon. Contra? O sono. A falta de novidades faz com que se assemelhe a mais uma das quinhentas mil tentativas frustradas de uma ou outra major de criar algo que roube uma fatiazinha do que a Apple faz com o iTunes. Ah, tem o acordo das quatro majors e praticamente nada de música independente. Boa, pá!

É por isto que me caem as notícias da Billboard no e-mail a falar sobre o novo CEO e não consigo deixar de pensar que o MySpace está velho, gordo e careca. Já o CEO, esse, está só careca.