Rescaldo do Record Store Day 2012

RSD12

Ontem passei umas horinhas a visitar as capelinhas da música gravada em Lisboa, alimentando o sonho de uma tradição em construção. Comecei pela Louie Louie, no Chiado, ainda antes do almoço. Não tinha muita gente, talvez pela hora. Ao início da tarde, visitei a Carbono. Pouca gente também, desta feita com um incêndio a poucos metros e o respectivo cheiro a queimado a não ajudarem. Por fim, dei um salto à Flur, definitivamente a mais concorrida das três (mas também a mais pequena). Não cheguei a comprar nada na Flur (a variedade não é o forte deles, embora tenham muita coisa que mais ninguém tem… só que é em áreas mais específicas).

Continuar a ler “Rescaldo do Record Store Day 2012”