Skip to content

Sozinhos com a música em Song Exploder

É um dos melhores podcasts de música que por aí andam. É, também, único no que se propõe fazer a cada episódio.

A minha relação com os podcasts tem pouco a ver com música. Sigo muita coisa relacionada com política, sociedade e atualidade, mas quase nada sobre música. Uma das exceções é Song Exploder, apresentado e produzido por Hrishikesh Hirway.

Hirway é um músico e podcaster de Los Angeles, nos Estados Unidos. Lança música a solo desde 2002 sob o nome The One AM Radio, mas também já compôs algumas bandas sonoras em nome próprio, como a de Everything Sucks e Our Nixon. Tem ainda outro projeto musical, Moors, com o ator e rapper Lakeith Stanfield. Nos podcasts, além de Song Exploder, apresenta outro, com o ator Joshua Malina, sobre a série The West Wing, chamado The West Wing Weekly.

O que é o Song Exploder?

Um episódio normal de Song Exploder dura menos de 20 minutos e tem um artista ou uma banda a falar sobre uma canção específica, dissecando-a e contando histórias relacionadas com a sua origem e o seu processo criativo.

A voz de Hrishikesh Hirway aparece apenas no início e no fim porque as entrevistas são editadas de forma a parecer que estamos sozinhos com os artistas e a música. Para um geek destas coisas como eu, ouvir um músico a falar especificamente sobre uma linha de baixo ou um efeito utilizado na percussão, por exemplo, é um pequeno luxo.

Um caso único

O acesso aos artistas e a edição cuidada fazem deste podcast um caso único na cena dos podcasts de música, normalmente mais orientados para conversas, debates, entrevistas ou, em alternativa, música propriamente dita. Rádio, portanto.

Lembro-me do episódio que me convenceu: era dedicado a “Sugar For The Pill”, dos Slowdive. Por ser muito à base de camadas, o som da banda inglesa é particularmente adequado ao formato do programa. E poder perceber o processo por trás da canção foi… relevador.

O último que ouvi foi dedicado a “Once In My Life”, dos The Decemberists, e voltei a sentir-me como se estivesse a aceder indevidamente a informação extremamente privada. É um nível de acesso que um fã não deveria ter. E normalmente não tem.

Song Exploder tem ainda uma qualidade adicional: a diversidade dos convidados. Arcade Fire, Metallica, Grimes, Carly Rae Jepsen, U2, Sylvan Esso, Yo La Tengo, Wilco, Lorde, The Roots… A lista é grande. Mas se o arquivo não vos parecer suficiente, façam como eu: acompanhem os episódios que vão sendo lançados semanalmente. Vale bem a pena.