Daughter

Há artistas que nascem no meu email: à falta de mais informação sobre determinada banda, a origem que lhe reconheço como legítima é a mensagem que me chega de um amigo. É justo dizer, portanto, que os Daughter nasceram no meu email.

O Shuffler.fm não é bom mas os Milo Greene são

A ideia era experimentar o Shuffler.fm, uma espécie de rádio web baseada em blogs que tem sido louvada pelos neófilos que mais lemos na Internet. Apesar dos inúmeros elogios das autoridades Midem, SXSW e Wired, entre outras, não tinha ficado com grandes expectativas para este serviço que também tem aplicações para iPhone e iPad.

O chato

Quando inicio um processo de descoberta de um artista, há dois caminhos possíveis: ou percebo que não quero saber assim tanto… ou quero tudo. Quero tudo – ouvir tudo, saber tudo, partilhar tudo – e transformo-me num valente chato. Por hipótese, entra um amigo no carro e pergunta, passados alguns minutos, se estamos a ouvir a mesma música em repeat. Estamos sim… […]